Anatel libera serviços móveis com rede virtual para mais uma concorrente


A Anatel, Agência Nacional de Telecomunicações, permitiu que uma empresa lance seus serviços móveis com a rede virtual da operadora Claro, proporcionando assim, mais concorrência entre as operadoras telefônicas.

A empresa autorizada pela Anatel para fazer suas operações utilizando a rede virtual MVNO, da Claro, é a J. Safra Telecomunicações, que pertence ao Grupo Safra. A rede virtual da Claro será utilizada para a nova empresa disponibilizar seus serviços aos consumidores. E, para isso, a companhia pagou nove mil reais no Preço Público para ter o Direito de Exploração de Serviços de Telecomunicações e pelo Direito de Exploração de Satélite (PPDESS), os quais são obrigatórios para conseguir o Termo de Autorização.

O tempo de contrato entre a Claro e a J. Safra é de 10 anos, porém, os valores acordados não foram divulgados. Em fevereiro do ano passado, 2017, o Grupo Safra adquiriu 11,42% das ações da PN da Oi, além de ser a principal acionista da BCP, que foi comprada pelo Grupo Telmex e teve sua marca alterada para a Claro.



COMPARTILHAR