Aumentam o número de celulares bloqueados no Brasil


De acordo com a Anatel, a maioria dos Estados brasileiros já aderiu ao Cemi, Cadastro Nacional de Estações Móveis Impedidas, o que fez com que aumentassem o número de aparelhos celulares bloqueados no país.

Apenas os Estados Acre, Alagoas, Amapá, Maranhão e Pará que ainda não estão fazendo parte deste projeto, segundo a Anatel, mas já estão fazendo esforços para incluir estes cinco Estados do Brasil restantes ao Cemi. Atualmente, são 21 Estados brasileiros mais o Distrito Federal que já aderiram ao Cemi e, por isso, já foram registrados no país, 46,5 milhões de aparelhos celulares bloqueados e, em novembro deste ano, este número aumentou para 48,9 milhões de aparelhos, ou seja, mais 4,85%. Nestas quantidades estão incluídos os celulares roubados e furtados.

Se você tiver seu aparelho roubado ou furtado, não é necessário entrar em contato com a operadora telefônica, basta se dirigir a um posto da Polícia Estadual e registrar a queixa, já que há um sistema online onde a polícia consegue registrar o necessário direto na base de dados. Com supervisão da Anatel e operação da ABRTelecom, o Cemi permite que os aparelhos sejam bloqueados por solicitação dos órgãos de segurança e possuem um cadastro com os dados de todos estes aparelhos bloqueados no Brasil e em outros países, para, desta forma, combater as atividades ilegais relacionadas com os aparelhos celulares.



COMPARTILHAR