Cadastro biométrico dos clientes da Vivo devem ser concluídos em 4 anos


Segundo o CSO da operadora Vivo, a empresa pretende finalizar o cadastro biométrico dos seus clientes em quatro anos.

Ruben Longobuco, CSO (Chief Security Officer) da operadora Vivo, divulgou que, em quatro anos o cadastro biométrico com o rosto de todos os clientes da empresa será concluído. O executivo deu esta informação durante um seminário sobre identificação e autenticação digital, além de afirmar que 4 anos é um período máximo dos usuários da operadora passarem, pelo menos, uma vez por uma loja da Vivo. Por isso, todas as lojas estão equipadas com os itens necessários para capturar a imagem do rosto do cliente, quando ocorrer uma nova contratação de linha móvel.

Com a biometria dos seus usuários, a Vivo conseguirá mais segurança nas suas operações, evitando fraudes realizadas por criminosos que utilizam o momento de ativação de um novo chip para criar novos golpes. Quando um cliente se recusar a tirar a foto, ele terá seu nome em um grupo que deve ser acompanhado com maior cuidado, já que terá mais riscos de fraudes. Porém, segundo o executivo da empresa, são poucos os clientes que se recusam a tirar a foto solicitada.



COMPARTILHAR