Chips pré-pagos com cadastro incompleto poderão ser cancelados


Para ter um chip pré-pago no Brasil, basta comprar o item em uma banca de jornal e informar o CPF na primeira chamada, porém, agora, as linhas que estiverem com o cadastro incompleto poderão ser canceladas.

No Brasil, o serviço de telefone pré-pago é muito prático e fácil para quem acessa a internet e faz ligações. Além de ser, também, muito fácil conseguir ter uma linha pré-paga, bastando apenas comprar o chip e informar o CPF. Entretanto, desde o dia 18 de abril de 2019, todos que utilizam a modalidade pré-paga devem fazer um cadastro completo no call-center da operadora, informando endereço residencial, CEP e nome do titular, caso contrário, a pessoa poderá perder a linha.

Em Goiás, este procedimento deve ser feito até o dia 5 de julho, para que o serviço não seja suspenso. Já no Acre, Mato Grosso, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Tocantins, Rondônia, Santa Catarina e no Distrito Federal, o cadastro deve estar completo até o dia 31 de julho de 2019. Enquanto nos outros estados brasileiros, o prazo vai até o dia 2 de setembro.

Para que os usuários lembrem que devem completar seu cadastro, as operadoras enviarão SMS aos seus clientes avisando para entrar em contato. Esta medida é simples e tem como objetivo que as empresas melhorem seu controle da base de clientes.



COMPARTILHAR