Pesquisa comprova que a maioria dos brasileiros se preocupam com espionagem pela webcam


Foi realizada uma pesquisa da empresa Avast que comprovou que 65% da população brasileira tem verdadeira preocupação com criminosos da internet que possam fazer espionagens através da webcam (câmera) do computador. Já entre os habitantes do Canadá e dos Estados Unidos, a porcentagem de pessoas preocupadas com este assunto é de 61%.

São muitas as ferramentas que permitem que hackers possam acessar a câmera do computador de outras pessoas disponibilizadas na internet, com fácil acesso e, algumas, chegam a ser gratuitas. Mesmo que algumas câmeras acendam uma luz indicando que estão ligadas, você não pode confiar somente nisto, já que muitas das ferramentas disponibilizadas evitam que esta luz seja acesa, para que o vigiado não desconfie.

Com tantas facilidades para acessar a webcam de quem os hackers desejarem, devemos tomar alguma atitude e, uma delas, foi aconselhada pelo diretor do FBI, que é cobrir fisicamente suas câmeras, o que apenas 37% dos brasileiros fazem. Já nos Estados Unidos e Canadá a porcentagem é maior, sendo 52% da população americana que cobre sua webcam e 55% da população canadense.

Para quem prefere não cobrir a câmera fisicamente, pode optar por contratar um serviço, como o oferecido pela Avast, que bloqueia malwares e aplicativos não confiáveis, desta forma, protegendo a webcam dos ataques cibernéticos.



COMPARTILHAR