Telefonia fixa terá reajuste aprovado pela Anatel


A Anatel, Agencia Nacional das Telecomunicações, aprovou na sexta-feira, dia 03 de novembro, o reajuste nas tarifas dos planos básicos para os telefone fixos, ou seja, os planos que tem assinatura mensal que incluem ligações locais e para todo o Brasil.

Mesmo esta decisão tendo sido tomada no dia 03 de novembro, sua divulgação no Diário Oficial da União só aconteceu no dia 07 de novembro. E, das cinco concessionárias de telefonia fixa, quatro delas terão redução em seus valores, exceto a empresa Telefônica/Vivo, que sofrerá um aumento de 0,76%. A operadora Oi reduziu seu valor em 0,24%, a Sercomtel baixou 0,02%, a Claro diminuiu em 0,10% e a Algar Telecom reduziu sua tarifa em 0,24%. Até dois dias antes de iniciar as novas tarifas as operadoras terão que divulgar os novos valores em seus sites e em algum jornal de grande circulação.

O reajuste dos valores da telefonia fixa é baseado no Índice de Serviços de Telecomunicação, IST, conforme explicação da ANATEL. Para fazer o cálculo, é necessário dividir os ganhos de produtividade das operadoras pelo consumidor por um redutor tarifário, chamado de Fator X. Segundo o conselheiro da ANATEL, Leonardo de Morais, as tarifas tiveram baixa de 3,96% na telefonia fixa, analisando o período do mês de outubro de 2016 ao mês de setembro deste ano. Enquanto isso, o IPCA, Índice de Preços do Consumidor, verificou um aumento de 6,12% nos valores.



COMPARTILHAR